domingo, 26 de abril de 2009

A MÁQUINA

A Máquina mói carne
excogita
atrai braços para a lavoura
não faz atrás de casa
usa artefatos de couro
cria pessoas à sua imagem e semelhança
e aceita encomendas de fora

A Máquina
funciona como fole de vai-e-vem
incrementa a produção do vômito espacial
e da farinha de mandioca
influi na Bolsa
faz encostamento de espáduas
e menstrua nos pardais

A Máquina
trabalha com secos e molhados
é ninfômana
agarra seus homens
vai a chás de caridade
ajuda os mais fracos a passarem fome
e dá às crianças o direito inalienável ao
sofrimento na forma e de acordo com
a lei e as possibilidades de cada uma

A Máquina engravida pelo vento
fornece implementos agrícolas
condecora
é guiada por pessoas de honorabilidade consagrada,
que não defecam na roupa!

A Máquina
dorme de touca
dá tiros pelo espelho
e tira coelhos do chapéu

A Máquina tritura anêmonas
não é fonte de pássaros (1)
etc.
etc.

(1) isto é: não dá banho em minhoca/atola na pedra/bota azeitona na empada dos outros/atravessa períodos de calma/corta de machado/inocula o vírus do mal/adota uma posição/deixa o cordão umbilical na província/tira leite de veado correndo/extrai víceras do mar/aparece como desaparece/vai de sardinha nas feiras/entra de gaiato/não mora no assunto e no morro (...)
Manoel de Barros

2 comentários:

Sara L.Miranda disse...

Muito belo o seu blogue.
Gostei imenso desta mensagem.

Um beijo e bom fim de semana

Sara L.Miranda disse...

Muito bonito o seu blogue.
Gostei imenso desta mensagem.
Um beijinho e bom fim de semana